(49) 2049 6700

Como reduzir o tempo de máquina parada

Noticia

Aumento da produtividade, redução de custos e melhora nos resultados fazem parte do dia a dia dos prestadores de serviço, pois máquina parada resulta em improdutividade e prejuízo financeiro.

A capacidade ociosa, que é a mensuração da atividade econômica, é medida pela subtração entre o que poderia ter sido produzido com a capacidade máxima do seu equipamento e o que este realmente produziu.

Já o custo da ociosidade pode variar, pois irá depender do equipamento e de como são seus processos produtivos. Quanto maior a eficiência produtiva, menor sua capacidade ociosa e consequentemente, melhor o custo de ociosidade.

Para evitar um cenário desordenado, trazer economia e prolongar a vida útil do seu equipamento, a manutenção preventiva será a sua aliada. Sem ela, falhas inesperadas, maior gasto com manutenção corretiva e maior exposição a acidentes de trabalho serão inevitáveis.

Vale lembrar que muitas companhias de seguro exigem que a manutenção preventiva seja realizada e atrelam a cobertura às boas práticas de uso e operação.

A manutenção preventiva em equipamentos inclui revisões parciais ou totais, como trocas de óleo e lubrificação e inspeções semanais para verificar vazamentos e eventuais desgastes de componentes.

Os cuidados diários com o maquinário são muito importantes, mesmo que a inspeção seja feita rapidamente. Essa ação reduz significativamente as chances de indisponibilidade do equipamento e de paradas inesperadas.